domingo, 8 de fevereiro de 2009

Young Hearts

Sabe aqueles dias em que você subtamente se depara com uma inspiração?
Pois sim, se você não sabe, é uma pena, porque é maravilhoso,

e se você sabe, então imagina a minha felicidade.
Estava eu dirigindo pela cidade, quando mudo a estação de rádio e logo ouço o refrão:

young hearts run free, to yourself be true, don't be no fool...
Nossa! Eu adoro essa musica! Aiiii! E bato palmas, cantando.
Ainda bem que estava sozinha no carro, morro de vergonha desses meus momentos.

Passei o dia resolvendo minhas coisas: compras no supermercado, troca de presentes, encomendar um óculos novo, comida para os gatinhos, um par de peep toes, lindos por sinal, dentre outros afazeres.
Enquanto experimentava uma coisa e outra, pensava na música, e no refrão soando repetidas vezes na minha cabeça.
Têm música que gruda né? Mas essa estava ali por algum outro motivo.
Parecia que queria me dizer algo, e lá no fundo, me dizia. Que corações jovens correm livres.

Era isso que o meu coração deveria fazer? E desde quando ele é jovem? É bem sofrido, isso sim.
Um sanduíche, suco e batata frita. 'Mil quilos a mais', pensei. 'Ahhh, hoje eu posso, ando tão trisitnha..'

Dai tento me auto convencer de que estou merecendo uma guloseima. Me saboto, sempre.
Pois é, ando mesmo triste. Hoje não foi diferente. É muito difícil lidar com relacionamentos antigos e desgastados, sempre que aparece uma nova proposta, uma nova chance, uma nova perspectiva, já não sei o que fazer, e dessa vez, ando mais insegura e indecisa.
Desejei algo diferente. Pra variar, balançar as estruturas, diferenciar, mudar o óbvio, e quem sabe, mudar minha conduta.

Mesmo que eu esteja presa à alguém, mesmo que isso seja inevitável, e que seja suficientemente forte para me confundir, não quero abdicar minha liberdade total, nem me anular do mundo real.
No caminho para casa, a chuva já castigava o asfalto, uma névoa cobria as ruas, uma leve sensação de bem estar me invadiu e eu me decidi:
mesmo que meu coração esteja condenado a um só amor, hoje, it will run free.



*

Nenhum comentário: